Odisseia do Escritor

Fórum para postarmos os nossos contos!
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Foi por amor...a mim mesmo

Ir em baixo 
AutorMensagem
Adriano Griot

avatar

Mensagens : 17
Pontos : 15769
Data de inscrição : 25/07/2014
Idade : 43
Localização : Belford Roxo

Ficha do Autor
Competência:
Contos Vencedores:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Foi por amor...a mim mesmo   Seg Nov 03, 2014 8:55 am

Devo começar dizendo quem sou e o motivo de estar aqui escrevendo da maneira que o faço. Pois bem, eu, Reginaldo Reis do Nascimento engenheiro civil,casado,morador da cidade de Duque de Caxias estou aqui pois cometi suicídio a menos de três meses, no dia 18 de setembro,antes de pular do prédio em que morava assasinei minha esposa Regina Dias do Nascimento.Nomes nobres e fortuna não garantiram nossa flicidade,pelo contrário me fizeram infeliz,desconfiado,ciumento,assassino e por fim suicida . Reconheço agora que podia ter vivido bem com minha querida Regina a quem procro em vão para imporar que me perdoe,mas reconheço que não mereço perdão.Matei-a por um sentimento injustificável de ciúme e orgulho supostamente ferido,eu imaginava que ela se interessava por outro e que outro: meu primo Orlando,companheiro desde a infância,colega de faculdade e sócio no escritório.Sempre tivemos uma ótima convivência e além do mais meu primo também era casado,casado com a irmã de minha esposa,sim além de primos éramos cunhados fato que ao invés de dissipar minhas dúvidas mais as atiçava,eu via uma intenção oculta em cada gesto inocente e sincero de Orlando.A convivência inicialmente ótima foi se tornando pior a cada dia desde que uma "amiga" fez uma brincadeira maldosa e eu ,idiota, acreditei que era verdade.Escrevi amiga entre aspas porque quem semeia desconfiança no seio de uma família não merece ser chamada de amiga e eu só aprendi isso da pior forma,custou a vida de Regina,a minha e sabe Deus quantos anosterei que permanecer longe dela.Cabe aqui um esclarecimento: Estou morto sim, me joguei do décimo andar de um prédio após estrangular minha esposa que morreu me olhando sem entender o motivo do crime brutal de que era vítima.Eu escutara Lídia ,a falsa amiga já citada, e ao invés de me separar conforme insinuado por ela optei por uma saída mais cruel e monstruosa.Mataria Regina e Orlando e cometeria suicídio em seguda. Não consegui matar meu primo que ficou gravemente ferido em virtude do tiro no peito,Regina eu matei com minhas mãos,não quis desperdiçar munição com a traidora, berrava.Louco e cego eu berrava.Louco e cego me encontrei quando percebi que não havia morrido nem me encontrava mais entre os chamados vivos,a morte é uma ilusão e eu recobrei a lucidez para reconhecer a extensão do meu erro : Assassinar dua pessoas,impedindo assim que cumprissem a programação que levavam à Terra e pior , interrrompi a minha própria existência. Descobri assim que se duplo homicídio possuía atenuantes pelas minhas características de personalidade influenciável e fraca,a prática do suicídio agravava sobremaneira o quadro desesperador em que me encontrava.Soube a pouco tempo que Regina e Orlando estão bem,foram atendidos numa outra colônia distante desse vale triste em que e encontro em franco processo de recuperação,mas por enquanto não posso vê-los, não tenho permissão para isso e me entristeço.Quantas vezes desdenhei de Regina quando ela tentava em vão me explicar essas coisas enquanto estávamos encarnados.Encarnados ou vivos,isto é , ligados a um corpo físico.Desencarnados ou mortos,isto é, separados do corpo físico pelo processo chamado morte.Reconhecer que continuo a existir que o Céu e o Inferno se referem a estados de consciência feliz ou culpada foi ao mesmo tempo uma dor e um alívio, a dor pelos errros que cometi e o alívio de saber que Regina e Orlando não estavam eternamente perdidos para mim,devo trabalhar para merecer esse reencontro aqui no plsno em que nos encontramos e também numa volta ao plano físico numa próxima reencarnação onde eu talvez traga desde o nascimento sequelas do ato infeliz que cometi e que me servirá de aviso inconsciente para não mais falir por ciúme e orgulho,trabalho e aguardo.Como parte do processo de reajuste que necessito estou aqui cinco anos após meu crime, escrevendo através desse médium,isto é, um intermediário entre os dois planos da existência para que minha história e o sofrimento que encerra, sirvam de alerta para que outros evitem os erros que cometi. Possa essa pequena narrativa evitar que uma só pessoa cometa um assassinato ou se suicide e terá sido proveitoso o tempo que levei para escrevê-la com ajuda desse médium.
Nota Explicativa:
O processo mediúnico a que o espírito comunicante faz menção se estabelece com base na afinidade vibratória semelhante ao processo de sintonia de uma estação de rádio ou canal de televisão,assim o espírito deve estabelecer essa conexão com o médium para poder transmitir a este as impressões que deseja transmitir e este por sua vez deve transmiti-la do modo mais fiel possível sem modificar a mensagem com suas opiniões pessoais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ademar Ribeiro

avatar

Mensagens : 181
Pontos : 16257
Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 36
Localização : SBC - SP

MensagemAssunto: Re: Foi por amor...a mim mesmo   Seg Nov 03, 2014 3:12 pm

Meu caro Adriano,

Você desenvolve  tão bem seus textos, mas sinto falta de algo em todos eles, sinto que o coração deles ainda bate quando você os finaliza. Sinto de você Adriano  pouca paciência para ter com seus textos, penso isso por dois motivos. Primeiro: Suas revisões são sempre fracas, sempre existem erros ortográficos e de pontuações, penso que não se apega tanto em revisar e sim mostrar o conteúdo como veio em sua cabeça. Segundo: Seus textos tem intensidade, mas não sentimento, falta alguma coisa que nos toque, esse em especial com subgênero drama deveria exponenciar esse quesito sentimental, mas pouco senti nele. Gosto de seus textos, mas vejo pouco esforço seu para com eles. Adriano acredite que eles são bons e trabalhe neles, você tem tempo de sobra, veja, hoje ainda é dia 3, você tem mais 22 dias para deixa-lo perfeito. Então sugiro que faça outro, com calma, ou mesmo refaça esse. Parabéns pelo conto, apesar das críticas você tem uma potencial enorme e tu sabe, porque sempre- os lê aqui em nossos comentários. É isso. Ah, Não se esqueça de compartilhar seu conto no grupo. [ OLHA O BOTÃOZINHO DO FACE ALI EM CIMA ] Até mais!


Parabéns, até mês que vem. Dezembro é mês de papai Noel certo? Então Dezembro Papai Noel vai pintar na Odisseia, fique ligado!

_________________
Espero que leia os outros textos e deixe sua impressão. Te espero mês que vem. Sem mais!


Última edição por Ademar Ribeiro em Sex Nov 14, 2014 2:53 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heloá Magalhães



Mensagens : 8
Pontos : 15742
Data de inscrição : 26/07/2014
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Foi por amor...a mim mesmo   Qua Nov 05, 2014 1:37 pm

Querido Adriano, sinto que falta o pulsar na sua narrativa, ela parece mais um relato jornalistico que não escuta a lira da poesia que abriga o seu coração, sendo assim, a formosura fica prejudicada, e a machuca ainda mais o fato dos erros bobos gramaticais, precisa revisar, pois isso acaba interrompendo a leitura, fazendo-a não fluir tão bem. Entenda, eu vejo um potencial muito elevado no seu texto, e acredito que você também vê, dá para perceber, mas tente lapidar mais, e só deixe obscuro o que realmente deve ficar, além disso, o conteúdo é extenso, não deixe que as palavras gritem caladas por um pouco de forma, escreva, escreva mais, não limite seus contos, escreva páginas, essas vidas merecem a perpetuação. Eu pude imaginar a cena do suicídio, o local após o falecimento da personagem, mas eu preciso sentir que estou lá, preciso sentir a dor que abriga nessas linhas, o arrependimento e o drama. A história é muito boa, não mudaria em nada, apenas peço que lapide mais, sem medo, nos surpreenda com aquela poesia que (nós sabemos) que tem! É sempre um prazer enorme ler seus contos!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tammy Marinho

avatar

Mensagens : 141
Pontos : 16187
Data de inscrição : 26/06/2014
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Foi por amor...a mim mesmo   Sab Nov 08, 2014 7:27 am

No dia em que apresentou a premissa, eu me empolguei com a ideia.
E ainda a acho muito boa, mas acho que faltou algo não palpável, mas sentível, infelizmente eu não consegui ser tocada ainda.

E sobre a questão da formatação peço que leve em conta tudo o que já foi dito nos meses anteriores.

E até Dezembro!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Carol Rodriguez

avatar

Mensagens : 45
Pontos : 16099
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 26

MensagemAssunto: Re: Foi por amor...a mim mesmo   Dom Nov 23, 2014 9:47 am

Sua ideia é muito boa, mas tente fazer a formatação em prosa, com parágrafos, pausas de efeito e tudo mais que fica ainda melhor. Achei que ficou meio jogado....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
talysmcidreira



Mensagens : 18
Pontos : 14742
Data de inscrição : 04/11/2014

MensagemAssunto: Re: Foi por amor...a mim mesmo   Sab Dez 06, 2014 12:03 pm

Olá Adriano.
Gostei da sinopse de sua narrativa,. O texto em si achei cru, tipo "como veio ao mundo" . É uma boa abordagem sobre o tema "suicídio". Parabéns !
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rogério Silva

avatar

Mensagens : 92
Pontos : 16036
Data de inscrição : 06/07/2014
Idade : 51
Localização : Rio de Janeiro

Ficha do Autor
Competência:
Contos Vencedores:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Foi por amor...a mim mesmo   Sab Dez 06, 2014 7:20 pm

Posso dizer que li seu texto a fundo!

_________________
Eu tentei ficar calmo e chamar o Batman, mas não achei as Páginas Amarelas de Gotham City... Rolling Eyes Rolling Eyes Sad Sad
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://friccaocarioca.blogspot.com.br/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Foi por amor...a mim mesmo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Foi por amor...a mim mesmo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Hora do Amor
» De rir e chorar ao mesmo tempo!
» Amor Doce - Algumas respostas do episódio 25 *-*
» Compra no Ebay
» FANFIC - Namorando meu Ídolo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Odisseia do Escritor :: Contos :: Poste aqui seus contos do mês de Novembro/2014-
Ir para: