Odisseia do Escritor

Fórum para postarmos os nossos contos!
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Formato Mínimo

Ir em baixo 
AutorMensagem
Indy J

avatar

Mensagens : 118
Pontos : 15856
Data de inscrição : 27/06/2014
Idade : 22

MensagemAssunto: Formato Mínimo   Qui Set 25, 2014 8:25 pm

Como de praxe, podem conferir meu conto aqui.
Linhas gerais: a última parte eu revisei igual cu sujo de neném, tava muito cansado. Escrevi por horas seguidas, ah, como a vida é difícil! k
Mas sério, colem lá no blog, leiam (tá longo) e ouçam: Skank - Formato Mínimo (podem ouvir antes também. Só não durante!)

Sejam carniceiros!

_________________
Por que escrever? Porque escrever.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.subcomum.blogspot.com/
Tammy Marinho

avatar

Mensagens : 141
Pontos : 15887
Data de inscrição : 26/06/2014
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Sex Set 26, 2014 8:49 am

Eu ainda não comentei os três últimos contos postados, mas embora o seu não tenha sido o primeiro dos três que li, necessito que ele entre na frente.

Em alguns tantos comentários atrás eu detalhei o perfil que tracei de Nicolau, o protagonista de Ademar. Mas, embora, eu pudesse eu não farei o mesmo com Paulo. Pelo menos não tão profundamente.

Então, sobre como foi formato mínimo.

Elementos negativos, mas nem tanto:
1. Quando abri o link e vi o tamanho do conto, confesso, pensei “Caralho, essa porra vai se arrastar e levar séculos.” Ledo engano! Eu esqueci de uma série de coisas que devia me lembrar, mergulhei no conto e quando vi já tinha acabado tudo.
Ou seja, numa primeira olhadela teu conto desencoraja aquele leitor que ta num dia de preguiça, uma noite exausta ou uma manhã sonolenta.
2. Os diálogos envolvendo Marina e o pai, me foram meio vazios de emoção, não sei me pareceram até mesmo forçados.
3. Que diabos de apelido é PORQUINHA(O) por causa de sexo oral menstruada? Ou tu conhece algum caso real que torne isso verossímil, ou eu não engolirei isso. HAHAHAHAHAH
4. E. eu não sei como rola a história nos bastidores. O que vou comentar ta longe de ser um foco pro conto, e nem devia ser pra leitora, mas caralho, Paola tem que ser esperta e arrancar uma grana por assédio sexual. Mesmo sem câmeras filmando. Aliás esse lance de putãozinho debaixo da mesa, eu achei muito Hollywood e inverossímil.
5. Outra coisa que julguei forçada foi o quanto Jonas precisou ser altamente escroto com Marina, pra que o Paulo parecesse o “príncipe”. Penso que poderia ter feito isso de modo mais sutil.Poxa, até o vestuário tu escrotizou.

E agora... Vamos as partes Tão Tão Boas.
1) Na criação de Paulo e seu desenvolvimento, tu adicionou algo que nosso querido Ademar não quis por em seu Nicolau. O sadismo! Paulo é o típico Psicopata Social. Ele não é o cara acima de suspeitas, ele é uma pessoa fria e cruel. Todos sabem quem ele é. Não faz questão de esconder sua natureza, e se deleita com o sofrimento do outrem – algo que particularmente soube detalhar com uma minuciosidade estupenda. Tu conseguiu me levar a olhar com os olhos de Paulo, sentir o mesmo prazer que ele sentia com a dor e o temor das outras pessoas.
2) Toda a estrutura que você adotou encaminhando o leitor, ao fatídico ato foi envolvente. E quando tu mostrar a cena da entrega dela mudando o ponto de vista da cena, e passando as impressões pessoais dela. O que foi isso rapaz? Muito aplausível.
3) O tema desse mês foi erótico, né?! De todos os contos que li em primeira mão aqui, o teu foi o único que cumpriu o propósito do erotismo para com o leitor.
4) Hmm... aliás que descrições, hein?! Novamente tu conseguiu me fazer encarnar as personagens. No elevador eu sentia a tensão sexual de Paulo. No escritório toda a necessidade sexual na qual Paola mergulhava. E na balada, eu senti a viagem... o vermelho e o sexo. Tudo tão espetacular que me questiono se algumas descrições não são provindas de vivências.
5) E por fim... o que é aquela frase no final? Discreta, diminuta e repleta de carga energética. Tu finalizou o negócio com chave de ouro.


Spoiler:
 

Obrigada por suprir minhas expectativas!
Meus, Parabéns...

E agora estou partindo em busca de bosta e de pedra, porque ouvi dizer que uma tal Geni ta vindo por aí... Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Indy J

avatar

Mensagens : 118
Pontos : 15856
Data de inscrição : 27/06/2014
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Sex Set 26, 2014 9:47 am

Tammy Marinho escreveu:
Eu ainda não comentei os três últimos contos postados, mas embora o seu não tenha sido o primeiro dos três que li, necessito que ele entre na frente.

Em alguns tantos comentários atrás eu detalhei o perfil que tracei de Nicolau, o protagonista de Ademar. Mas, embora, eu pudesse eu não farei o mesmo com Paulo. Pelo menos não tão profundamente.

Então, sobre como foi formato mínimo.

Elementos negativos, mas nem tanto:
1. Quando abri o link e vi o tamanho do conto, confesso, pensei “Caralho, essa porra vai se arrastar e levar séculos.” Ledo engano! Eu esqueci de uma série de coisas que devia me lembrar, mergulhei no conto e quando vi já tinha acabado tudo.
Ou seja, numa primeira olhadela teu conto desencoraja aquele leitor que ta num dia de preguiça, uma noite exausta ou uma manhã sonolenta.
2. Os diálogos envolvendo Marina e o pai, me foram meio vazios de emoção, não sei me pareceram até mesmo forçados.
3. Que diabos de apelido é PORQUINHA(O) por causa de sexo oral menstruada? Ou tu conhece algum caso real que torne isso verossímil, ou eu não engolirei isso. HAHAHAHAHAH
4. E. eu não sei como rola a história nos bastidores. O que vou comentar ta longe de ser um foco pro conto, e nem devia ser pra leitora, mas caralho, Paola tem que ser esperta e arrancar uma grana por assédio sexual. Mesmo sem câmeras filmando. Aliás esse lance de putãozinho debaixo da mesa, eu achei muito Hollywood e inverossímil.
5. Outra coisa que julguei forçada foi o quanto Jonas precisou ser altamente escroto com Marina, pra que o Paulo parecesse o “príncipe”. Penso que poderia ter feito isso de modo mais sutil.Poxa, até o vestuário tu escrotizou.

E agora... Vamos as partes Tão Tão Boas.
1) Na criação de Paulo e seu desenvolvimento, tu adicionou algo que nosso querido Ademar não quis por em seu Nicolau. O sadismo! Paulo é o típico Psicopata Social. Ele não é o cara acima de suspeitas, ele é uma pessoa fria e cruel. Todos sabem quem ele é. Não faz questão de esconder sua natureza, e se deleita com o sofrimento do outrem – algo que particularmente soube detalhar com uma minuciosidade estupenda. Tu conseguiu me levar a olhar com os olhos de Paulo, sentir o mesmo prazer que ele sentia com a dor e o temor das outras pessoas.
2) Toda a estrutura que você adotou encaminhando o leitor, ao fatídico ato foi envolvente. E quando tu mostrar a cena da entrega dela mudando o ponto de vista da cena, e passando as impressões pessoais dela. O que foi isso rapaz? Muito aplausível.
3) O tema desse mês foi erótico, né?! De todos os contos que li em primeira mão aqui, o teu foi o único que cumpriu o propósito do erotismo para com o leitor.
4) Hmm... aliás que descrições, hein?! Novamente tu conseguiu me fazer encarnar as personagens. No elevador eu sentia a tensão sexual de Paulo. No escritório toda a necessidade sexual na qual Paola mergulhava. E na balada, eu senti a viagem... o vermelho e o sexo. Tudo tão espetacular que me questiono se algumas descrições não são provindas de vivências.
5) E por fim... o que é aquela frase no final? Discreta, diminuta e repleta de carga energética. Tu finalizou o negócio com chave de ouro.


Spoiler:
 

Obrigada por suprir minhas expectativas!
Meus, Parabéns...

E agora estou partindo em busca de bosta e de pedra, porque ouvi dizer que uma tal Geni ta vindo por aí... ;)

UOOOOOOOOOU

Tamanho do conto: deal with it.
Olha, quanto ao negócio do Porquinho, é porque um casal de amigos meus se trata assim por esse motivo k então tem um fundo de inspiração na realidade. 
O negócio do assédio sexual eu ia colocar, sabia? Mas já tinha achado que o conto tava acabado, e eu mesmo tava acabado. Foi uma desatenção programada, com certeza não ideal.
A escrotização do Jonas... é, pequei um tanto mesmo k.
Tentarei trabalhar melhor, no futuro, algum diálogo com personagens que apareçam menos (como foi o caso entre Marina e o pai).

Quanto aos elogios, bem... não sei o que dizer. Agradeço infinitamente, é esse o contentamento do escritor: quando consegue transmitir a mensagem que queria, né? Pra mim, pelo menos, é. E as descrições, bem... cara, eu tentei ao máximo misturar sensações experimentadas, coisas vividas e extrapolações. Que bom que ficou na dose certa, e safadeza ideal e gostosa ;)

Uhul! Vamos que vamos mês que vem embarcar no meu zepelim

_________________
Por que escrever? Porque escrever.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.subcomum.blogspot.com/
Patricia Souza
Admin
avatar

Mensagens : 118
Pontos : 15891
Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 32
Localização : Niterói, RJ

Ficha do Autor
Competência: Analista Ébrio
Contos Vencedores:
0/1000  (0/1000)

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Sex Set 26, 2014 10:06 am

Demorou mas pqp! Valeu a pena! Faço minhas as palavras da Tammy, pq tudo o que pensei foi dito ali. (aliás, só não li ontem pq tava com preguiça do tamanho!)

Definitivamente teu melhor conto até hoje, garoto!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://http:\\rouxinoldeprata.blogspot.com
Indy J

avatar

Mensagens : 118
Pontos : 15856
Data de inscrição : 27/06/2014
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Sex Set 26, 2014 10:48 am

Patricia Souza escreveu:
Demorou mas pqp! Valeu a pena! Faço minhas as palavras da Tammy, pq tudo o que pensei foi dito ali. (aliás, só não li ontem pq tava com preguiça do tamanho!)

Definitivamente teu melhor conto até hoje, garoto!
 Ê <3 que demais! Achou o melhor? Que felicidade, meu :)

E, por consequência, considerarei em dobro, então, as observações da Tammy. Brigado por aguentar esse calhamaço virtual ;)

_________________
Por que escrever? Porque escrever.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.subcomum.blogspot.com/
Estela Goldenstein

avatar

Mensagens : 48
Pontos : 15774
Data de inscrição : 27/06/2014
Idade : 36
Localização : Paranagua-PR

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Sab Set 27, 2014 10:50 pm

Guga, sou sua fã cara, vc tem um jeito de escrever mto original, eu gostei mto do enredo, a parte erótica da coisa foi no estilo sexy sem ser vulgar, e cumpriu o desafio proposto! Preciso comentar sobre Paulo, vivo nesse mundo corporativo e te digo q tem mtos desses Paulos por ae, infelizmente...

Parabéns garoto,

Pq escrever? Pq vc tem talento!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Indy J

avatar

Mensagens : 118
Pontos : 15856
Data de inscrição : 27/06/2014
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Dom Set 28, 2014 10:51 am

Nha Estela brigadão, pô. Que bom que curtiu, fico feliz de verdade. E, se talento é predisposição pra desenvolvermos habilidade, todos temos, Estelinha! De novo, brigadu ♥

_________________
Por que escrever? Porque escrever.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.subcomum.blogspot.com/
murillomagaroti23

avatar

Mensagens : 26
Pontos : 15062
Data de inscrição : 03/09/2014

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Seg Set 29, 2014 8:59 am

Achei meio cansativo, mas, ok, você escreve bem. Senti falta de uma tentativa, mesmo que não houvesse motivos, nunca tudo fica muito explicado, sobre o porquê dessa moça não liberar a pepeka pro Erasmo (?). Se ela usava consolo e tals... até chupava o moço...

Vejo muita gente indicando que se reescreva as coisas, trabalhe cada frase, e provavelmente foi o que você fez, mas tem o outro lado também: talvez algumas coisas pudessem ser cortadas. Toda cena, ou foi impressão minha, tirando a dela com o pai e as entre os dois amigos, tem sexo. Dá uma impressão de filme pornô, sei lá.

Esse seu amigo que praticou o cunilíngua sangrento possivelmente é um aficionado por Hunter Thompson e os Hell's Angels? Foi o outro único lugar em que vi tal coisa. Nojento, truta. rs

Acho que você mudou o estilo durante a narrativa. O começo me lembrou o eu-lírico de A hora da estrela, da Clarisse Lispector (tô lendo, minha mina mandou rs); tem aqueles duplos travessões e parênteses aos montes. Depois ficou tudo mais direto e/ou a forma de você acrescentar informações secundárias à narrativa foi diferente.

Bom. Acho que ainda não sei tecer considerações sobre os textos alheios. Espero que estas lhe sirvam de alguma forma.

Abraço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Indy J

avatar

Mensagens : 118
Pontos : 15856
Data de inscrição : 27/06/2014
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Seg Set 29, 2014 1:09 pm

Hmmm olha só! Pode crer, não tinha notado essas coisas. O sexo oral com menstruação já expliquei a inspiração, e o fato de "ela não liberar a pepeca"... bom, achei esse seu ponto meio machista, mas também pode (e deve ter) sido erro meu de passar a mensagem de que, na verdade, ela queria sim, mas o boy que parecia não querer. Creio que pequei na construção disso, mas que ela queria transar, queria.

E, cara, cê não deve fazer ideia de como
comentários assim ajudam, sério. Nada de demagogia: enxerguei alguns erros que cê apontou e, ao fazê-lo, enxergo N outros que causam e decorrem. Comenta sim, mesmo o que cê achar que for baboseira.

Valeu, Murilo! Wink

_________________
Por que escrever? Porque escrever.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.subcomum.blogspot.com/
murillomagaroti23

avatar

Mensagens : 26
Pontos : 15062
Data de inscrição : 03/09/2014

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Seg Set 29, 2014 8:35 pm

Indy J escreveu:
Hmmm olha só! Pode crer, não tinha notado essas coisas. O sexo oral com menstruação já expliquei a inspiração, e o fato de "ela não liberar a pepeca"... bom, achei esse seu ponto meio machista, mas também pode (e deve ter) sido erro meu de passar a mensagem de que, na verdade, ela queria sim, mas o boy que parecia não querer. Creio que pequei na construção disso, mas que ela queria transar, queria.

E, cara, cê não deve fazer ideia de como
comentários assim ajudam, sério. Nada de demagogia: enxerguei alguns erros que cê apontou e, ao fazê-lo, enxergo N outros que causam e decorrem. Comenta sim, mesmo o que cê achar que for baboseira.

Valeu, Murilo! Wink

Ótimo.

E não me entenda mal pelo termo que usei. Digo isso em relação a liberdade sexual que ela parece ter. Imaginei só que eles devem ter passado por muitas situações em que desejavam um ao outro. Senti falta de um, sei lá, 'não tinha acontecido, ora era a família dele que não saía da casa, ora minha menstruação que não saía de mim, mas, enfim, não tinha acontecido'.

Gosto do propósito do grupo e, então, acho que vou me acostumar a escrever e ler e comentar sempre que possível.

Até o próximo conto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Indy J

avatar

Mensagens : 118
Pontos : 15856
Data de inscrição : 27/06/2014
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Seg Set 29, 2014 9:15 pm

murillomagaroti23 escreveu:
Indy J escreveu:
Hmmm olha só! Pode crer, não tinha notado essas coisas. O sexo oral com menstruação já expliquei a inspiração, e o fato de "ela não liberar a pepeca"... bom, achei esse seu ponto meio machista, mas também pode (e deve ter) sido erro meu de passar a mensagem de que, na verdade, ela queria sim, mas o boy que parecia não querer. Creio que pequei na construção disso, mas que ela queria transar, queria.

E, cara, cê não deve fazer ideia de como
comentários assim ajudam, sério. Nada de demagogia: enxerguei alguns erros que cê apontou e, ao fazê-lo, enxergo N outros que causam e decorrem. Comenta sim, mesmo o que cê achar que for baboseira.

Valeu, Murilo! ;)

Ótimo.

E não me entenda mal pelo termo que usei. Digo isso em relação a liberdade sexual que ela parece ter. Imaginei só que eles devem ter passado por muitas situações em que desejavam um ao outro. Senti falta de um, sei lá, 'não tinha acontecido, ora era a família dele que não saía da casa, ora minha menstruação que não saía de mim, mas, enfim, não tinha acontecido'.

Gosto do propósito do grupo e, então, acho que vou me acostumar a escrever e ler e comentar sempre que possível.

Até o próximo conto.
Cierto!
Até, e que bom. Se acostuma sim, vem com a gente! k

_________________
Por que escrever? Porque escrever.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.subcomum.blogspot.com/
MilaCR



Mensagens : 9
Pontos : 14913
Data de inscrição : 17/09/2014

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Seg Set 29, 2014 9:39 pm

Vamos ao feedback.
Poucos textos publicados possuem uma característica marcante dos contos, o subtexto. Aquilo que martela, dá um tapa na cara do leitor, e esse possui um, que é muito bom.
O texto deixou com vontade de quero mais no final, compreensível pelo limite no tamanho. Mas é uma dica para a vida do autor. Essa história rende.
Gosto da divisão entre os dois personagens, à medida que deixa o leitor curioso para saber quando e como essas personagens irão se encontrar.
Aos personagens:

Marina: Tammy apontou aqui, mas também foi uma impressão minha, que o diálogo de Marina com o pai é vazio para a história. Aponta ao leitor que Marina é criada apenas pelo pai. Sim... Mas isso não é relevante para a história. Os diálogos, conforme Tammy salientou, poderiam ganhar mais em profundidade e revelar um pouco mais da relação entre pai e filha. Talvez no sentido de até nos dar pistas sobre o suicídio da moça.
Gosto da personagem, mas sinto que ela não tem um espaço de construção tão intenso quanto o Paulo (é intencional?). A divisão entre as rotinas dos dois sugere equidade, e, num nível de profundidade dramática, Paulo ganha de Marina.
Uma estrelinha para a cena da masturbação feminina. O autor não cai na idealização que ocorre conosco - homens e mulheres - sobre o sexo. Observei a percepção sobre sexo em todos os contos que li para achar semelhanças, corroboração com mitos, essas coisas (a título de curiosidade, apenas).
O subtexto, friso mais uma vez, é ótimo. Mas, poderia ganhar mais ainda se tivéssemos pistas que Marina seria capaz de cometer um ato desses.

Paulo: O melhor personagem da trama. É um cara feito para ser um fdp, se sente muito confortável sendo. O melhor - e o pior - é que ele é real. Muitas mulheres já tiveram, têm, ou ainda terão um Paulo pela frente. É um cara comum e isso contribui para o conto.A reação dele é ótima. Adoraria saber qual a relação dele com o sexo. Um trauma? Uma forma de vingança? Fruto de um ambiente? Em todo o caso, um personagem complexo demais para se resolver num só conto. Feliz é o autor que tem um personagem marcante para desenvolver.
Sobre o Jonas, como Tammy citou, eu entendo que ele é um personagem autômato. Ele está lá para fazer o Paulo parecer legal, pegador, incrível, após ter bancado o pateta com a menina. Isso, é claro, um entendimento que eu tive. Mas, a arte é bela por ser subjetiva e nos permitir essas percepções.

Em linhas gerais, alguns errinhos de português, possivelmente de digitação, alguns arranjos com vírgulas, essas coisas. Tem a questão apontada pelo Murillo sobre mudança no estilo de narrativa também. É isso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Indy J

avatar

Mensagens : 118
Pontos : 15856
Data de inscrição : 27/06/2014
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Seg Set 29, 2014 9:44 pm

MilaCR escreveu:
Vamos ao feedback.
Poucos textos publicados possuem uma característica marcante dos contos, o subtexto. Aquilo que martela, dá um tapa na cara do leitor, e esse possui um, que é muito bom.
O texto deixou com vontade de quero mais no final, compreensível pelo limite no tamanho. Mas é uma dica para a vida do autor. Essa história rende.
Gosto da divisão entre os dois personagens, à medida que deixa o leitor curioso para saber quando e como essas personagens irão se encontrar.
Aos personagens:

Marina: Tammy apontou aqui, mas também foi uma impressão minha, que o diálogo de Marina com o pai é vazio para a história. Aponta ao leitor que Marina é criada apenas pelo pai. Sim... Mas isso não é relevante para a história. Os diálogos, conforme Tammy salientou, poderiam ganhar mais em profundidade e revelar um pouco mais da relação entre pai e filha. Talvez no sentido de até nos dar pistas sobre o suicídio da moça.
Gosto da personagem, mas sinto que ela não tem um espaço de construção tão intenso quanto o Paulo (é intencional?). A divisão entre as rotinas dos dois sugere equidade, e, num nível de profundidade dramática, Paulo ganha de Marina.
Uma estrelinha para a cena da masturbação feminina. O autor não cai na idealização que ocorre conosco - homens e mulheres - sobre o sexo. Observei a percepção sobre sexo em todos os contos que li para achar semelhanças, corroboração com mitos, essas coisas (a título de curiosidade, apenas).
O subtexto, friso mais uma vez, é ótimo. Mas, poderia ganhar mais ainda se tivéssemos pistas que Marina seria capaz de cometer um ato desses.

Paulo: O melhor personagem da trama. É um cara feito para ser um fdp, se sente muito confortável sendo. O melhor - e o pior - é que ele é real. Muitas mulheres já tiveram, têm, ou ainda terão um Paulo pela frente. É um cara comum e isso contribui para o conto.A reação dele é ótima. Adoraria saber qual a relação dele com o sexo. Um trauma? Uma forma de vingança? Fruto de um ambiente? Em todo o caso, um personagem complexo demais para se resolver num só conto. Feliz é o autor que tem um personagem marcante para desenvolver.
Sobre o Jonas, como Tammy citou, eu entendo que ele é um personagem autômato. Ele está lá para fazer o Paulo parecer legal, pegador, incrível, após ter bancado o pateta com a menina. Isso, é claro, um entendimento que eu tive. Mas, a arte é bela por ser subjetiva e nos permitir essas percepções.

Em linhas gerais, alguns errinhos de português, possivelmente de digitação, alguns arranjos com vírgulas, essas coisas. Tem a questão apontada pelo Murillo sobre mudança no estilo de narrativa também. É isso.
Tudo anotadinho na mina máquina de escrever imaginária, Ramilla. Muito obrigado por todas as observações! E cadê seu conto, hein, menina? Tomara que mês que vem tenha um pouquinho de você escorrendo por palavras pra nós. Será?

_________________
Por que escrever? Porque escrever.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.subcomum.blogspot.com/
Ademar Ribeiro

avatar

Mensagens : 181
Pontos : 15957
Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 36
Localização : SBC - SP

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Seg Set 29, 2014 11:54 pm

Eita! Senti algo familiar neste texto... você é foda! Aposto que o nome do filme na aula de biologia é "Deus não esta morto", alem de algumas outras coisinhas.

Confetaria: Seus textos são tão diferentes um do outro que parece não ser da mesma pessoa. Esse por exemplo aborda um subgênero que não me agranda, embora o texto tenha-me fisgado, o que não aconteceu com os outros. Este está corrido, sem embates, detalhado, gostoso de se ler... eu o li tão rápido que não percebi o "texto longo" que você tanto falou!

Chumbo: Paulo é somente um Diretor destro e robusto? Faltou algo ai!!! Marina, todos comentaram e eu reforçarei, acho que não vai mais pecar ai - porque não deu para Erasmo comedor de Marcelina? Paola, totalmente avulsa, sei que queria mostrar um lado negro e necessário que ele causava aos outros, mas sinceramente achei que não precisava. SIC por Tammy, esse Jonas veio direto de S.O.S Malibu, poderia caprichar um tiquinho mais.

Você percebe. Pouquíssimas coisas não me agradaram. Você está de parabéns. Faltam três pra eu ler, mas este aqui já assumiu a ponta dos meus prediletos até então.


O escritório de Paulo era prologado por uma sala de espera (ta fazendo um prólogo?)

t+

_________________
Espero que leia os outros textos e deixe sua impressão. Te espero mês que vem. Sem mais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Indy J

avatar

Mensagens : 118
Pontos : 15856
Data de inscrição : 27/06/2014
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   Seg Set 29, 2014 11:57 pm

Ademar Ribeiro escreveu:
Eita! Senti algo familiar neste texto... você é foda! Aposto que o nome do filme na aula de biologia é "Deus não esta morto", alem de algumas outras coisinhas.

Confetaria: Seus textos são tão diferentes um do outro que parece não ser da mesma pessoa. Esse por exemplo aborda um subgênero que não me agranda, embora o texto tenha-me fisgado, o que não aconteceu com os outros. Este está corrido, sem embates, detalhado, gostoso de se ler... eu o li tão rápido que não percebi o "texto longo" que você tanto falou!

Chumbo: Paulo é somente um Diretor destro e robusto? Faltou algo ai!!! Marina, todos comentaram e eu reforçarei, acho que não vai mais pecar ai - porque não deu para Erasmo comedor de Marcelina? Paola, totalmente avulsa, sei que queria mostrar um lado negro e necessário que ele causava os outros, mas sinceramente achei que ão precisava. SIC por Tammy, esse Jonas veio direto de S.O.S Malibu, poderia caprichar um tiquinho mais.

Você percebe. Pouquíssimas coisas não me agradaram. Você está de parabéns. Faltam três pra eu ler, mas este aqui já assumiu a ponta dos meus prediletos até então. t+


O escritório de Paulo era prologado por uma sala de espera (ta fazendo um prólogo?)

t+
Prometo juradinho de pé junto não pecar nesse ponto k ou não.

"prologado" eu fi-lo porque qui-lo, fiquei pesquisando a etimologia da palavra aí cansei e pus isso mesmo, pra dar sentido de que antes do escritório tinha uma sala de espera.

_________________
Por que escrever? Porque escrever.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.subcomum.blogspot.com/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Formato Mínimo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Formato Mínimo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Animes que gostaria que criassem
» Desânimo com os sorteios: Porque?
» Flood 1.0
» [Pesquisa de Opinião] Escolha o Novo formato do Podcast Revolution

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Odisseia do Escritor :: Contos :: Poste aqui seus contos do mês de Setembro/2014-
Ir para: